5 formas (mega fáceis) pra você encontrar passagens aéreas por um precinho ó…!

Uma pergunta que SEMPRE me fazem é: “Como você consegue viajar tanto pagando tão pouco?”

Se eu pudesse responder em uma única frase ou com uma fórmula mágica o Trip Hacker não existiria. Mesmo assim, pra não parecer grosseiro e deselegante, eu costumo responder “eu ganhei na mega sena duas vezes nos últimos 10 anos”. rsrsrsrs

To zuando!!! Na verdade, eu explico que é tudo uma questão de mindset (formatar a sua mentalidade). Quando eu percebi a importância que uma viagem tinha na minha vida, eu resolvi estudar e aprendi que todos os elementos envolvidos na compra e execução de uma viagem estão inseridos em um sistema de preços e pontos. Eu fiz questão de entender, dominar e conseguir resultados fora do normal, eu “hackeei” esse sistema.


Nesse mindset eu uso sempre dois fatores fundamentais: Planejamento e Oportunismo. Sem um ou outro (e em alguns casos, os dois combinados) eu nunca conseguiria viajar dessa forma e esse blog não existiria.

Abaixo eu listo 5 formas básicas (for newbies) de você começar a alinhar a sua mentalidade também e com isso conseguir passagens aéreas com ótimas tarifas.

Vamos lá… esse é só o começo.

01 - Quantoantes melhor

Você sabe como funciona a precificação de uma passagem aérea? Ela é determinada pela demanda, ou seja, quanto mais gente comprando aquela passagem mais alto será o preço de reserva naquela data.

É por isso que uma mesma passagem São Paulo/NYC/São Paulo pode ter 10 tarifas diferentes, com diferença de até 300 ou 400% dependendo do momento em que você está realizando a compra. A variável dominante nesse processo que determina um preço é o TEMPO.

Veja só um exemplo bem simplista com um avião tem 200 lugares. A cia aérea determina que vai começar vendendo os primeiros 10 lugares a R$ 300. Quando esses 10 lugares são vendidos ela passa o preço automaticamente para R$ 350 e estabelece que vai vender 30 lugares por esse preço. Quando outras 30 pessoas compram a passagem a R$ 350 eles determinam que os próximos 100 lugares vão custar R$ 500 e os últimos 60 lugares serão vendidos a R$ 600.
Veja, existe uma progressão de preços que é preestabelecida pela cia área a partir de uma análise do histórico de vendas das passagens aéreas para esse destino nesse período do ano. Com isso, eles conseguem um preço médio que atenda a sua margem operacional de forma crescente a partir de um volume de demanda. É assim que uma mesma passagem, em uma mesma classe, pôde ser comprada por R$ 300 ou por R$ 600.

O que determinou o preço pago foi o TEMPO. Quem se planejou e foi mais rápido pagou menos. Quem chegou por último dançou.

Em turismo, mais do que nunca, tempo é dinheiro!

Pra ganhar essa disputa e chegar na frente, você deve se planejar nos mínimos detalhes e tomar as decisões com uma antecedência que satisfaça o seu orçamento. Sugiro que você decida o seu destino entre 10 e 8 meses antes do seu embarque. (Se pra você isso é impossível, pule para o #3 e abrace as oportunidades que aparecerem)

02 - Considererotas alternativas

Eu sei que tem gente aí que não curtia muito as aulas de Geografia no colégio. Acontece que hoje aquela noção de distância entre duas cidades pode te ajudar muito na hora de uma reserva aérea.

Eu também sei que em outra aula, a de Geometria, te ensinaram que “uma reta é a menor distância entre dois pontos”. Ok, meu passado nerd não me deixaria nunca contrariar essa máxima. Porém, a menor distância nem sempre é a MELHOR opção de rota quando você quer chegar em um destino.

Com essas duas constatações em mente eu preciso que você comece a pensar em variáveis quando for comprar o seu bilhete. Muitas vezes, rotas alternativas, menos óbvias e populares (ou seja, com menor demanda) costumam te oferecer melhores preços. Vou dar um exemplo pra você entender melhor.

Imagine que você esteja indo de São Paulo para Londres. Depois de muita pesquisa, a melhor tarifa que você conseguiu para uma São Paulo/Londres/São Paulo foi USD 955. Parar por aí é um erro muito comum à maioria das pessoas. O certo é você ser mais criativo e curioso e verificar rotas alternativas pra alcançar o seu destino final.

No nosso exemplo, você é um cara que pensa fora da caixa e por isso resolve verificar qual o preço de um bilhete até Dublin (Irlanda). Um destino geograficamente próximo e com uma demanda muito menor do que Londres. BINGO! A passagem São Paulo/Dublin/São Paulo está custando USD 520.

Depois você pesquisou o preço do trecho Dublin/Londres/Dublin e encontrou bilhetes por até USD 90 em diversos horários e dias. O que te dá boas condições de conexão imediata com segurança de horário, sendo conservador e já se precavendo por qualquer possível imprevisto, além de dar a opção de passar alguns dias por lá e conhecer Dublin se você quiser.

Na ponta do lápis você está fazendo uma tremenda economia, veja:

opção 1) São Paulo/Londres/São Paulo = USD 955
opção 2) São Paulo/Dublin/São Paulo + Dublin/Londres/Dublin = USD 520 + USD 90 = USD 610

Na opção 2 você estará gastando 345 dólares a menos por pessoa. É mais de 35% de desconto em relação ao preço da opção 1.

DICA VALIOSA: Na hora de comprar esse trecho com origem e destino no exterior (que geralmente são mais caros), faça isso usando um VPN (Virtual Private Network) e você conseguirá tarifas muito mais em conta. Clica aqui que eu te explico direitinho como se faz.

03 - Fique atentoàs oportunidades

Se você não é uma pessoa disciplinada ou por razões familiares ou profissionais não consegue planejar as viagens com antecedência, a saída é ser oportunista.

Como eu já expliquei, o que faz os preços subirem é a demanda. Quanto mais gente querendo reservar passagens para aquele destino naquele período, mais alto você irá pagar. O oportunismo aparece justamente no cenário inverso, quando a demanda está baixa e as cias aéreas percebem que vão decolar com o avião vazio. Nesse momento entra em cena uma palavra mágica: promoção.

Geralmente as promoções aparecem com preços imperdíveis para viagens em datas próximas. Para embarque (ou checkin) num espaço de poucas semanas.

Agora, como ficar informado e ser oportunista?

A forma mais fácil é você se cadastrar para receber as newsletters e alertas das cias aéreas. Além disso, se inscreva pra receber avisos do TheFlightDeal.com e do AirFareWatchDog.com. Apesar do nome, eles vão te mandar promoções de passagens aéreas e também de hospedagem. Seguir eles no twitter é sempre uma boa também!

IMPORTANTE

Aqui no TripHacker eu tenho os meus Alertas Vermelhos, que são e-mails que eu mando pra vocês sempre que aparece uma super promoção, descontos ou algum bônus. Esses meus alertas são uma compilação dos “hot deals” mais interessantes pra gente aqui no Brasil, que eu pesquiso diariamente em dezenas de fontes como o The Flight Deal e o AirFareWatchDog.

Ou seja, eu faço o trabalho sujo de procurar agulha no palheiro dos gringos e já entrego todo o “filet mignon” para os brasileiros.

Pra receber os meus Alertas Vermelhos, basta você cadastrar seu e-mail. Assim, você nunca mais vai perder uma boa oportunidade de passagem aérea na vida.

Quando a oportunidade aparecer abrace-a sem medo de ser feliz.
Geralmente quando uma passagem para um destino está em promoção, é sinal que a demanda está baixa e a chance dos hotéis também estarem com preços atraentes é enorme.

04 - Procure emmúltiplossistemas de pesquisa

O mundo está vivendo um momento de enorme evolução por conta da tecnologia.

A maior empresa de comunicação do mundo não produz uma linha de conteúdo: Facebook.
A empresa de transporte mais valiosa da atualidade não possui um veículo em sua frota: Uber.
O maior negócio varejista não tem inventário: Alibaba.
O grupo de hospedagem que movimentou mais dinheiro nos últimos anos não é dono de nem um quarto sequer: Airbnb.

Seria muito estranho que essa revolução não chegasse ao turismo, um setor tão lucrativo e que só cresce ano a ano. Hoje, a forma de se comercializar todos os produtos de viagem e turismo está mudada. Ela eliminou intermediários, está muito mais acessível, desburocratizada e contextualizável na internet. O poder de decisão saiu da mão da pessoa jurídica e ficou escancarado para a pessoa física fazer bom uso.

A prova disso são os inúmeros sistemas de pesquisa e compra de passagem aérea que surgiram nos últimos anos.

Nesse post eu vou indicar três sistemas básicos e fáceis de usar. Sugiro que você faça sua busca sempre nos três porque eles são bem parelhos e não tem como determinar em qual deles você vai conseguir o menor preço. Todos eles tem suas versões 100% em português (que são os links abaixo).

Momondo
SkyScanner
Google Flights

Pra quem gosta de apps, o Hopper é uma ótima pedida. Ele mostra o preço atual dos trechos e indica datas nas quais o preço deve cair.

Use essas ferramentas e faça bom proveito da sua liberdade de escolha!

05 - Seja flexível

Quanto mais cabeça dura e “cri-cri” você for, mais caro você vai pagar por uma viagem. A flexibilidade é uma qualidade que vai manter o seu valioso dinheirinho no seu bolso.

Isso ocorre porque muitas vezes o preço de um bilhete pode ser muito mais caro ou muito mais barato dependendo das datas que você escolher para partida e retorno.

Se lembra que eu te falei que o que determina o valor da tarifa é a demanda, pois é, por isso mesmo que dentro de uma mesma semana você pode ter uma variação enorme de preços para um mesmo destino. Na maioria dos casos, voar nas sextas, sábados, domingos e segundas é mais caro do que nas terças, quartas e quintas. Se for possível, experimente só mexer um pouco, perder um dia de trabalho aqui ou um dia de férias ali e verás que a tarifa irá baixar.

Tente fugir das datas festivas, dos feriados, férias, alta temporada… Lembre-se, quanto maior a demanda maior o preço. O lugar é o mesmo, o produto é o mesmo, o preço é outro.

Dica bônus – Se você também for uma pessoa flexível em relação à hospedagem uma opção econômica são os sites Hotwire e Priceline. Neles, você escolhe a localização e a categoria do hotel, paga um preço fixo, eles te listam algumas opções de hotéis. Os descontos são realmente bons mas você só vai saber exatamente em que hotel vai ficar perto da data da viagem. O risco aqui é que um mesmo bairro pode ser muito grande e ter partes boas e outras nem tanto.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

"Poxa Vida Trip Hacker, POP UP? Sério isso?"

Calma, ele é inofensivo, e tem um bom propósito: Aqui no Trip Hacker eu tenho os meus Alertas Vermelhos, que são e-mails que eu mando pra você sempre que aparece uma super promoção, descontos ou algum bônus. Pra receber os meus Alertas Vermelhos, basta você cadastrar seu e-mail. Assim, você nunca mais vai perder uma boa oportunidade de viagem na vida.

As informações não serão compartilhadas para terceiros