Como funciona o mundo secreto das milhas (para newbies)

Os Programas de Milhagem tem o poder de transformar um mero mortal em um “super-viajante”, fazendo com que ele possa andar pelos quatro cantos do planeta (muitas vezes com estilo) pagando quase nada.

New York, Paris, Tokyo… você escolhe.

Infelizmente, esse é assunto muito mal interpretado. Existem alguns mitos em volta do uso das milhas que eu vou esclarecer de uma vez por todas.

MITO 1 - NÓS SÓCONSEGUIMOS ACUMULARMILHAS VOANDO

Isso pode parecer besteira pra você, mas era exatamente o que eu achava quando era adolescente e resolvi começar a colecionar milhas da minha cia aérea favorita (na época, a Varig). Essa também é a razão pra 90% das pessoas não tirarem vantagem dessas maravilhosas oportunidades. Elas pensam assim: “Uma quantidade grande de milhas só pode ser acumulado por pessoas que viajam a toda hora, como eu não viajo nunca, não faz sentido nem eu me cadastrar!”

ERRADO, ERRADO, ERRADO!!!

Com o tempo, seguindo o Trip Hacker, você vai perceber que a minoria das milhas que você tem realmente não vem de trechos voados.

Então, quais são as maneiras de colecionar milhas com os pés em terra firme, no seu dia a dia?

GASTOS COM O SEU CARTÃO DE CRÉDITO

Você sabia que você ganha pontos por comprar coisas com o seu cartão de crédito invés de pagar com dinheiro ou cartão de débito? O mais básico dos cartão vai te dar 1 ponto por cada dólar que você gastar. É claro, você vai gastar em reais e a administradora do cartão vai fazer a conversão para dólar para descobrir quantos pontos você acumulou em cada fatura mensal.

Existem cartão que oferecem excelentes razões de conversão, chegando a até 2,2 milhas por cada dólar gasto. É uma questão de escolher o cartão certo para o seu perfil. Nesse post aqui você vai encontrar a minha avaliação dos melhores cartões disponíveis no Brasil para acumular milhas.

FIQUE ATENTO AOS PARCEIROS

Todos os Programas de Milhagem tem uma rede de empresas e estabelecimentos parceiros. Funciona da seguinte forma, se você consumir um produto ou serviço desses parceiros você ganha, automaticamente, pontos que poderão ser convertidos em milhas. Basta você informar o número do seu cadastro no programa que você escolheu.

Aqui no Brasil, a maioria dos grandes portais de compra online (Lojas Americanas, Casas Bahia, Netshoes, Ponto Frio…) são participantes. Além disso, sempre existem acordos com postos de gasolina, então quando você abastece o seu carro você também acumula pontos.

Veja aqui a lista de parceiros dos principais Programas de Milhagem:

Multiplus
Smiles
TudoAzul
Amigo

Eu não estou falando que você deve começar a gastar mais do que o normal. A questão aqui é que se você vai ter que comprar um tênis novo ou um presente de natal pra sua filha, melhor você fazer isso em uma loja parceira do seu programa e assim juntar mais alguns pontinhos. A mesma coisa é em relação ao combustível. Não custa nada você dar preferência para aquela rede de postos que te oferece esse benefício. Pensa que aquela grana toda que você gasta por mês com combustível vai começar a te deixar mais perto da sua tão sonhada viagem.

BÔNUS E PROMOÇÕES

De tempos em tempos, vão rolar várias promoções e ofertas de bônus, de todos os tipos e tamanhos.

As promoções geralmente envolvem um cadastro e uma pesquisa curta que você deve responder, o que deve te tomar poucos minutos. Em troca a empresa te oferece um número pequeno de pontos só pela sua participação ou então um valor bem alto no caso de você ser sorteado ou ganhar a promoção, caso seja um concurso ou disputa.

Os bônus são melhores ainda. São oportunidades únicas. Normalmente a cia aérea oferece uma quantidade de milhas ou um percentual para cada milha nova na sua conta no programa de fidelidade.

Ex.1: “Ganhe milhas em dobro até 31 de dezembro”, significa que de você acumular 1000 milhas até essa data limite eles vão te bonificar outras 1000.

Ex.2: “Faça seu cadastro no nosso Programa de Milhagem e ganhe de cara 25.000 milhas”, as cias aéreas fazem esse tipo de oferta para incentivar o seu cadastro. São boas oportunidades pra você já começar bem.

MITO 2 - CADAMILHA QUE VOCÊ GANHASIGNIFICA UMA MILHA QUEVOCÊ PODE VOAR

Outro erro comum que as pessoas cometem é acharem que se eles tem 100.000 milhas então elas podem voar 100.000 milhas (ou pra algum destino dentro dessa distância).

Infelizmente, as regras não são tão generosas assim. A maioria dos programas das cias aéreas trabalham com uma tabela de prêmios baseado na zona geográfica de cada destino, com quantidades de milhas fixas.

Por exemplo, se você quer ir do Brasil para os Estados Unidos com a TAM, você vai gastar pelo menos 50.000 milhas por uma passagem de ida e volta em classe econômica. Não interessa se você vai de Porto Alegre até Seatle (looonga viagem) ou de Maceió para Miami (bem mais curta), o número de milhas que você terá que investir será o mesmo.

Uma boa tática é usar essa tabela por zona de forma inteligente. Eu indico sempre gastar as suas milhas em voos que normalmente são muito caros, tipo para cidades menores com poucas opções de voos ou para destinos bem bem distantes mesmo.

MITO 3 - COM ASMILHAS VOCÊ CONSEGUETIRAR A PASSAGEM DE GRAÇA

“Nada nessa vida é de graça.” Apesar dessa afirmação ser verdadeira também no mundo das milhas, ela com certeza chega bem perto de ser a tal exceção. Não, realmente não é de graça, mas eu uso e abuso.

Quando você usa as suas milhas para tirar uma passagem, você não paga o “preço” dessa passagem, mesmo assim você tem que pagar todas as taxas (embarque, combustível…).

Esse valor das taxas pode variar muito dependendo da cia aérea que você está usando.

Por isso é tão importante você aprender como evitar as taxas de combustível que algumas cias aéreas cobram e que podem chegar até USD 700.

MITO #4 - ÉDIFÍCIL VIAJARUSANDO MILHAS

Eu adoro ouvir essa afirmação porque ela não poderia ser mais falsa. Acredite em mim!

Agora, só porque não é difícil não significa que vai ser molezinha nesse início.

As cias aéreas fazem os programas parecerem complicados porque é do interesse deles que as pessoas não saibam como utilizar as milhas.

Quanto menos milhas você usar menor será o custo operacional da empresa.

Por sorte existe uma série de fontes disponíveis hoje em dia que revelam os segredos do mundo mágico das milhas e nos ajudam a começar a tirar proveito do nosso direito adquirido.

Se você está procurando toda a informação que você necessita, resumida, ilustrada, de forma objetiva e prática em um lugar conveniente, você está no lugar certo. Cadastre seu e-mail e eu vou te manter informado de tudo o que você precisa saber para começar a ganhar e usar suas milhas de forma eficaz.

*Fique tranquilo, eu adoro trocar ideia e ODEIO spam! Pode confiar.

Quando a oportunidade aparecer abrace-a sem medo de ser feliz.
Geralmente quando uma passagem para um destino está em promoção, é sinal que a demanda está baixa e a chance dos hotéis também estarem com preços atraentes é enorme.

MITO 5 - É IMPOSSÍVELCONSEGUIR DISPONIBILIDADENOS VOOS USANDOAS MINHAS MILHAS

Enquanto tanta gente nunca se ligou muito para os Programas de Milhagem, existem muitas outras pessoas que tentaram usar as milhas para emitir uma passagem em algum momento da vida, encontraram um primeiro obstáculo e desistiram de vez.

E a razão mais comum que essas pessoas alegam é: “Eu nunca conseguia encontrar disponibilidade nos voos que eu escolhia”.

A verdade é que elas não estão conseguindo encontrar disponibilidade porque estão procurando no lugar errado.

É notório que achar um assento vazio que pode ser comprado com milhas é a parte mais difícil do processo. É por isso que o Trip Hacker existe. Não adianta nada te ajudar a juntar pontos se você não sabe como usá-los.

Muita gente acha que qualquer que seja a cia aérea que você tenha acumulado milhas, basta você visitar o website dessa empresa, pesquisar por disponibilidade, escolher os voos de sua preferencia e emitir as passagens usando essas milhas.

Ou seja, eu tenho milhas na American Airlines, então basta eu ir até o www.aa.com e fazer a minha busca. Se nada aparecer é porque não há nada disponível pra eu gastar as minhas milhas.

A questão crucial que essas pessoas esquecem é que todas as empresas aéreas tem as suas alianças. São grupos comerciais formados por diversos membros afiliados. As principais são a Star Alliance, a OneWorld e a Sky Team. Isso te permite viajar também nas outras cias aéreas do grupo.

No caso do exemplo que dei, a American faz parte do OneWorld, então eu poderia buscar alternativas em voos da TAM, LAN, British ou outros dos 13 membros do OneWorld (dependendo do destino).

A pegadinha é que eu não vou conseguir verificar a disponibilidade nessas 13 empresas parceiras numa simples busca no site da American. O macete aqui, pra ver a disponibilidade em todos os aliados do OneWorld é você fazer a busca no www.qantas.com Só ele oferece esse recurso completo.

Para pesquisar as passagens prêmio na Qantas, você tem que estar inscrito no programa de milhagem deles (o cadastro é super rápido). Depois basta você se logar e começar a sua busca.

No caso da Star Alliance eu indico o site www.ana.co.jp

Se você quiser ir muito além, trabalhando quase como um pro, com mais conveniência e precisão na sua busca você pode optar por um sistema de busca pago tipo o Award Nexus . Nele você faz a sua busca e ele te dá como resultado só a disponibilidade das passagens que podem ser emitidas com milhas em classe econômica, executiva e primeira.

Com essas táticas acima você conseguirá descobrir onde tem assento livre pra você emitir sua passagem prêmio. Aí é só entrar em contato com a cia aérea do seu programa de milhagem e solicitar aqueles assentos naqueles voos que você já verificou que estão vazios.

IMPORTANTE 1:

Muita gente entra no site da cia. aérea parceira para tentar emitir uma passagem por lá com o seu programa de milhagem. Tipo: você quer emitir passagem na American com pontos da TAM, então entra no site da American. De novo: não é assim que funciona. Você necessariamente tem que usar os canais oferecidos pelo seu programa de milhagem.

No caso do Fidelidade Multiplus da TAM, para emitir voos de cias. parceiras que não tenham o code-share TAM você precisa usar o atendimento telefônico ou ir a uma loja da TAM Viagens.

Já quem tem o Smiles da Gol pode emitir diretamente no site do Smiles, selecionando “emissão de bilhete online” no item “Vôos parceiras aéreas” no menu da barra lateral esquerda.

IMPORTANTE 2:

Não é possível transferir pontos ou milhas de um programa de milhagem de uma empresa para outro de outra, mesmo que as cias pertençam à mesma aliança ou tenham acordo de compartilhamento de vôos (code share). Você precisa optar por um programa e juntar milhas ou pontos neste programa até ter milhas ou pontos suficientes para emitir uma passagem-prêmio em qualquer uma das empresas aliadas.

MITO #6 - TODAS ASMILHAS AÉREASSÃO IGUAIS

Registra bem isso que eu vou te dizer agora: milhas aéreas são uma moeda, são dinheiro! Assim, como qualquer moeda no mundo, umas são mais valiosas que outras. Ou seja, 1.000 milhas da Azul não valem o mesmo que 1.000 milhas da TAM que não valem o mesmo que 1.000 milhas da Air France.

Na verdade, o valor que cada milha dessa tem pode variar bastante dependendo do que você vai fazer com elas e do contexto. Isso porque cada empresa tem as suas regras e isso determina algumas variáveis.

Pra começar a entender um pouco mais do sistema econômico das milhas você precisa dar uma olhada em:

Resumindo: Quando você for começar a sua coleção de milhas, não fique preso somente à quantidade, fique também de olho na qualidade, no tipo de milhas que você está juntando e no valor que ela tem no mercado.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Juntar milhas é um exercícios de fidelidade. Quem reclama que não consegue usar as milhas é porque não é fiel o suficiente. Minha sugestão é que você escolha uma cia aérea, de preferência uma que tenha muitas opções de voos para aquele país que você mais gosta de visitar, e faça seu cadastro no Programa de Milhagem imediatamente.

Sempre que você acumular uma quantidade razoável de pontos no seu cartão de crédito, digamos 20.000, eu sugiro que você faça a transferência desses pontos do cartão para a cia aérea.  Se você deixar pra fazer isso só quando você for tirar uma passagem você vai perder TEMPO, e TEMPO é fundamental em se tratando de milhas. Imagina que você consulta o seu saldo de milhas do seu cartão e descobre que juntou pontos suficiente para tirar aquela passagem de ida e volta que você estava de olho. Show! Então você liga lá e solicita o resgate, para passar X pontos para o seu programa da tal cia aérea. Aí que vem o problema, eles geralmente só creditam as milhas num intervalo de 3 a 5 dias úteis. O que é tempo mais que suficiente para você perder a sua condição especial. Sorry!

Outras coisas importantes para você saber usar bem as suas milhas:

– Tente usar essa mesma cia aérea que você escolheu para chamar de sua (e ser totalmente fiel) para fazer o maior número de viagens possível de lazer e trabalho, nacionais e internacionais. Se ela não operar aqui dentro busque utilizar uma cia aérea parceira que acumule milhas para o mesmo programa de milhagem.

– Na maioria dos casos as cias aéreas só deixam você emitir as passagens usando suas milhas com seis meses ou menos da data do embarque. Com essa antecedência, se você não conseguir suas passagens com milhas talvez você encontre já um preço mais alto para compra. É uma aposta que você pode fazer ou não.

– A AwardWallet é uma ferramenta GRATUITA muito bacana que permite gerenciar todos os seus pontos / milhas em um só lugar. É a melhor solução gratuita no mercado se você precisa gerenciar vários programas de fidelidade diferentes (cias aéreas e hotéis) e quer manter o controle de tudo.

– Uma ótima forma de usar as suas milhas é fazendo upgrades da econômica para a executiva, principalmente em viagens mais longas e cansativas. Faça o teste e você verá que esse conforto vale muito a pena.

– Se você acumula bastante milhas mas não tem disciplina para saber usá-las tirando as passagens prêmio você já tem uma alternativa bem legal, o MaxMilhas. É uma bela opção pra quem quer vender milhas e pra quem quer tirar passagens por um preço muito mais baixo usando as milhas dos outros. Entra lá e confere como funciona.

– O Casey Neistat, um Youtuber famoso americano, sempre compra ticket de econômica e só viaja de primeira classe. Esse vídeo explica como ele consegue essa façanha:

Gostou? Compartilhe com seus amigos: